• Equipe MRinfo

Gestão de redes corporativas: por que é fundamental para a empresa?

Atualizado: 26 de Jul de 2019


Toda empresa precisa da internet para ser competitiva. Hoje, a infraestrutura de rede tornou-se um dos pontos-chaves de qualquer negócio. Graças a ela, profissionais conseguem se comunicar, utilizar serviços de alta performance e ter uma rotina de trabalho inteligente. Diante disso, a corporação precisa criar mecanismos para tornar sua infraestrutura de rede mais inteligente e eficaz.


Quer saber como isso é possível? Então continue a leitura e conheça as melhores estratégias para ter uma boa política de gestão de redes corporativas!


Qual a importância de fazer uma boa gestão de redes corporativas


As mudanças econômicas dos últimos anos levaram empresas a investir cada vez mais em tecnologia. Ferramentas de TI tornaram-se uma parte importante de processos corporativos, uma vez que eles proporcionam um significativo aumento da performance operacional, além de meios para o negócio atender a demandas com maior agilidade e segurança.


Nesse cenário, a internet ganhou um papel-chave. Por meio da web, não só novas oportunidades de negócios são criadas, mas também há a possibilidade de uma companhia ter mais agilidade e um ambiente colaborativo, em que todos possam atuar de maneira inovadora e inteligente.


A internet também diminuiu distâncias e permitiu o acesso a ferramentas de trabalho em mais locais. Com isso, os profissionais podem atuar em diferentes ambientes sem perda de desempenho.


Diante desses fatores, possuir uma boa política de gestão voltada para redes corporativas tornou-se um fator crítico para o sucesso do negócio. As empresas devem investir em estratégias e mecanismos que tornem suas conexões mais integradas e confiáveis.


Em outras palavras, é fundamental que o negócio saiba conectar seus profissionais ao mundo por meio de uma conexão robusta e livre de problemas de performance. As rotinas serão priorizadas da melhor maneira possível e, graças ao compartilhamento constante de informações, os problemas serão solucionados com mais agilidade e inovação. Assim, a organização conseguirá se manter operacional e sem problemas para lidar com as demandas do mercado.


Como criar uma boa política de gestão para redes corporativas


A criação de uma política para realizar a gestão de redes corporativas envolve uma série de procedimentos. Gestores de TI devem atuar lado a lado com outros profissionais a fim de identificar necessidades, problemas e outros fatores que impactam no sucesso do negócio. Dessa forma, será possível definir uma estratégia de alta performance e adaptada para as necessidades da empresa.


O primeiro passo é a criação de canais de comunicação entre o setor de TI e as outras áreas do negócio. Isso permite que os feedbacks sejam recebidos com agilidade, além de facilitar a troca de dados sobre problemas diários e o envio de sugestões para otimizar a infraestrutura de rede.


Vale destacar, também, que a comunicação entre o setor de TI com outras áreas contribui para que o negócio consiga manter uma infraestrutura adaptada às metas e necessidades de médio e longo prazo. Avaliando tais fatores, o gestor pode criar rotinas de gestão, normas de segurança e realizar investimentos que contribuirão para a manutenção de um ambiente de trabalho de alta performance e totalmente integrado.


A definição de uma política de segurança também deve ser feita pela empresa. Redes corporativas são a porta de entrada para uma série de ameaças. Portanto, medidas preventivas e de redução de riscos devem ser definidas rapidamente.


Segmente a sua rede. Defina grupos de dispositivos de acordo com o seu uso. Dessa forma, se uma máquina for comprometida, as chances da ameaça proliferar será menor.


Crie redes sem fio a partir dos padrões de segurança mais elevados possíveis. Além disso, instrua os profissionais que atuam em regimes de home office ou trabalho remoto a sempre utilizarem VPNs e a evitarem a conexão a redes de dados desconhecidas ou públicas. Assim, dados corporativos não serão capturados por terceiros.


Toda a infraestrutura das redes corporativas deve ser monitorada. Isso permite que a empresa saiba quando ataques estão ocorrendo, identifique quais são os gargalos de desempenho existentes e como cada dispositivo afeta o trabalho de todos. Desse modo, medidas corretivas são aplicadas na hora certa e com o máximo de precisão.


O impacto da política de gestão de redes deve ser medido continuamente. O gestor precisa avaliar quais são as rotinas que causaram maior impacto. Assim, é possível replicar boas ideias e abandonar práticas ineficazes rapidamente.


A fim de auxiliar a companhia a avaliar a performance da sua infraestrutura de TI, medidas como o uso de indicadores podem ser aplicadas. Por meio de boas métricas, será mais fácil avaliar a performance de cada aparelho, quando gargalos ocorrem e fatores como a disponibilidade da rede. Dessa forma, gestores de TI terão uma visão abrangente sobre a performance de toda a rede corporativa.


A última estratégia que destacamos é a divulgação de boas práticas a todos os times e profissionais. Além do uso de VPNs em redes externas e a não recomendação da conexão a redes públicas, a companhia precisa divulgar continuamente boas medidas de segurança, como o uso de senhas complexas e o acesso apenas a sites seguros e que utilizem conexões HTTPs. Lembre-se sempre que o usuário comum é uma das principais portas de entrada para ameaças de TI.


Mantendo profissionais conectados e com processos inteligentes


A infraestrutura de rede corporativa é hoje um dos ativos mais importantes de qualquer negócio. Além do simples acesso à internet, ela é uma ferramenta de negócios, que contribui para a companhia ter um ambiente de trabalho mais inteligente e dinâmico.


É por meio da web que nos comunicamos, identificamos novas maneiras de atender consumidores e acessamos dados vitais para o nosso dia a dia. E é na ausência de uma boa conexão de rede que a produtividade cai e a realização de processos críticos é prejudicada.


Investir em uma boa política de gestão de redes corporativas é, em outras palavras, uma forma de maximizar a competitividade da empresa. Por meio dessa estratégia, gestores evitam que problemas afetem o funcionamento das rotinas internas e geram novas formas de profissionais atuarem. As atividades serão mais integradas, convergentes e ágeis, com a troca de dados sendo feita de novas maneiras e as soluções sendo encontradas rapidamente.


Quer saber mais medidas para manter sua infraestrutura de rede corporativa eficiente e com segurança elevada? Então entre em contato com nossos consultores!

 

Temos um modelo de contrato ajustado à necessidade da sua empresa, entre em contato,  teremos prazer em atendê-lo.

 Fale Conosco por e-mail, telefone ou formulário .

atendimento@mrinfo.com.br

Tel: (21) 3439-7117  /  (21) 3269-1258

(21)99973-5413

Sede: Av. das Américas 18.500 sala 528

Recreio dos Bandeirantes , Rio de Janeiro

Polos Técnicos: Barra, Pavuna, Realengo e Tijuca