• Equipe MRinfo

Segurança da informação: 5 grandes motivos para você investir

Atualizado: 26 de Jul de 2019


Ameaças digitais são problemas enfrentados por qualquer empresa com uma infraestrutura de TI bem planejada. Elas exploram vulnerabilidades internas para roubo, sequestro e modificação de dados valiosos. Além disso, ataques podem servir como um meio para a obtenção direta de receitas, como é o caso das técnicas de phishing.


Nesse cenário, o investimento na segurança da informação tornou-se um fator estratégico. Empresas passaram a ser pressionadas a criar uma política de segurança digital completa, que abrangesse todos os serviços de TI do negócio e fosse capaz de rastrear, detectar e eliminar vulnerabilidades rapidamente.


Em outras palavras, quem não é capaz de apresentar um conjunto de regras que deixe a rotina do negócio mais segura e confiável perde clientes rapidamente. A organização torna-se menos competitiva e, além disso, corre riscos maiores de ter dados privados vazados para terceiros.


Mas quais são as maiores vantagens de se realizar investimentos sólidos na segurança de dados? Confira a lista que preparamos abaixo com os principais impactos causados por essa estratégia!


1. Evitar o vazamento de informações sigilosas


O vazamento de informações sigilosas é uma das piores falhas de TI que podem acontecer a uma empresa. Esse tipo de problema cria um ambiente em que o negócio precisa lidar com a exposição de documentos com registros sobre projetos internos, rotinas estratégias e dados de clientes ou parceiros comerciais.


As consequências são variadas. Problemas jurídicos, perda de clientes, quedas nas receitas e a diminuição da credibilidade do empreendimento no seu setor de atuação são algumas.


Por isso, é importante investir em uma boa política de segurança de dados. Ela garante o comprometimento da companhia com a privacidade de consumidores e parceiros estratégicos, além da busca por uma infraestrutura mais confiável e segura.


2. Prevenir a interrupção do funcionamento da sua empresa


Quedas de produtividade são questões graves. E elas podem ser causadas por uma série de fatores, como falhas operacionais, gargalos em rotinas e falta de planejamento de tarefas. Além disso, há os casos em que os problemas são originados após ataques digitais, um dos pontos que causam os maiores prejuízos para o empreendimento.


Ataques digitais podem interromper serviços parcial ou integralmente. Os de ransomware, por exemplo, interrompem integralmente as atividades nas máquinas afetadas. Já outros geram quedas nos indicadores de produtividade ao impedirem que a infraestrutura de TI tenha um funcionamento dentro dos padrões esperados pelos profissionais internos.


Em ambos os casos, a companhia terá dificuldades para alcançar suas metas, seus prazos e os acordos estabelecidos com parceiros comerciais e clientes.


Os profissionais não conseguirão utilizar todos os recursos disponíveis, o que afetará diretamente a sua capacidade de prestar serviços de qualidade e alta performance.

Portanto, é importante que a empresa tenha a capacidade de criar regras de segurança de dados bem estruturadas e com grande abrangência. Isso evitará que o empreendimento seja afetado por ataques, além de reduzir o tempo necessário para detectar e mitigar ameaças.


Lembre-se: tão importante quando evitar que vulnerabilidades sejam exploradas é a facilidade com que o empreendimento consegue eliminar falhas em sua infraestrutura. 


3. Proteger-se contra o sequestro e o vazamento de dados


O sequestro de dados é um problema que já afetou diferentes empresas de médio, grande e pequeno porte. Ataques diversos utilizam técnicas para capturar informações estratégicas, exigindo pagamentos em troca da liberação do acesso a tais registros.


Em casos piores, a companhia pode ter que lidar com a possibilidade de ver suas informações sendo vazadas, o que ocasiona prejuízos ainda maiores. O negócio perde clientes (e a sua credibilidade frente a parceiros comerciais) e também pode ser obrigado a lidar com problemas jurídicos e legais.


Os ataques que envolvem o sequestro de informações ganharam destaque nos últimos meses. O aumento das infecções causadas por ransomwares colocaram companhias de vários setores em estado de alerta: esse ataque tem como principal efeito a criptografia de todos os registros do negócio.


Para que a empresa possa obter acesso aos seus arquivos novamente, é exigido um pagamento em uma criptomoeda, como o Bitcoin. Isso dificulta o rastreamento da origem do ataque. E, como esse é um tipo de moeda de alta volatividade, os prejuízos da companhia podem aumentar rapidamente.


Ataques como o ramsonware já conseguiram parar as atividades de organizações como bancos, operadoras e instituições de saúde. Quando a companhia não conta com uma política de segurança de dados bem estruturada, não há como tomar medidas de prevenção e mitigação de danos eficazes.


O controle de acesso não terá a efetividade esperada e os backups serão realizados de maneira pouco abrangente. Isso reduz as chances de informações críticas serem recuperadas.


4. Ter maior competitividade


A segurança da informação tornou-se, nos últimos anos, um fator que contribui para a realização de negócios. Empresas que possuem um bom conjunto de regras são capazes de garantir a clientes e parceiros comerciais que seus dados estarão protegidos contra fraudes, modificações não autorizadas e tentativas de roubo de dados.


Isso trará maior competitividade para o empreendimento em médio e longo prazo. A companhia poderá efetuar uma série de serviços, garantindo a seus clientes a capacidade de lidar com suas informações mais importantes sem que terceiros possam ter acesso a tais registros.


5. Garantir a integridade dos dados internos


A qualidade das informações utilizadas internamente por uma empresa está diretamente ligada à sua capacidade de gerar análises de alta precisão e prestar serviços de qualidade. Além disso, se o negócio apresenta dificuldades para manter os seus dados livres de alterações não autorizadas, as chances de que enfrente problemas jurídicos são altas.


Nesse sentido, uma boa política de segurança da informação evita que a empresa tenha problemas relacionados à modificação não autorizada de seus registros. As regras de controle de acesso e modificação de dados evitam que pessoas fraudem documentos, dando uma grande confiabilidade para os registros internos e mantendo as rotinas de gestão de TI dentro das normas de compliance internas.


Gostou de nossa lista e quer receber outras dicas sobre segurança da informação? Então, assine já a newsletter do blog para ter acesso aos nossos conteúdos em primeira mão!

 

Temos um modelo de contrato ajustado à necessidade da sua empresa, entre em contato,  teremos prazer em atendê-lo.

 Fale Conosco por e-mail, telefone ou formulário .

atendimento@mrinfo.com.br

Tel: (21) 3439-7117  /  (21) 3269-1258

(21)99973-5413

Sede: Av. das Américas 18.500 sala 528

Recreio dos Bandeirantes , Rio de Janeiro

Polos Técnicos: Barra, Pavuna, Realengo e Tijuca